O Mal-Estar na Civilização

12/01/2014 § Deixe um comentário

“Daí que, motivados pela intenção terapêutica, frequentemente somos obrigados a combater o Super-eu, e nos empenhamos em fazer baixarem suas exigências. Recriminações idênticas podem ser feitas às reivindicações éticas do Super-eu cultural. Também este não se preocupa se é humanamente possível cumpri-las. Supõe-se, isto sim, que para o Eu do ser humano é possível psicologicamente tudo aquilo de que o incumbem, que o Eu tem domínio irrestrito sobre o seu Id. Isto é um erro, e também nos chamados homens normais o controle sobre o Id não pode ir além de certos limites.

Exigindo mais, produzimos no indivíduo rebelião ou neurose, ou tornamos infeliz. O mandamento ‘Ama teu próximo como a ti mesmo’ é a mais forte defesa contra a agressividade humana e um belo exemplo do procedimento antipsicológico do Super-eu cultural. O mandamento é inexequível; uma tão formidável inflação do amor só pode lhe diminuir o valor, não eliminar a necessidade.

A civilização negligencia tudo isso; recorda apenas que quanto mais difícil o cumprimento do preceito, mais meritório vem a ser ele.  Mas quem segue tal preceito, na civilização atual, põe-se em desvantagem diante daquele que o ignora. Que poderoso obstáculo à cultura deve ser a agressividade, se a defesa contra ela pode tornar tão infeliz quanto ela mesma!”

trecho d’O Mal-Estar na Civilização, do Freud, que mostra o quanto estamos sem saída. Para quem for se animar a ler pela tradução do Paulo César de Souza — tem uma edição pela Penguin/Cia. das Letras, e outra, no volume 18 das obras completas –, atenção para a deliciosa 17ª nota de rodapé, com menção ao Heine.

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento O Mal-Estar na Civilização no Felicidade estoica.

Meta

%d blogueiros gostam disto: