Suicídios Exemplares

11/05/2012 § 1 comentário

“Essa boca (continuei dizendo ao doutor Freud) me deixou aterrada, e me deixou menina pelo resto da vida, a ponto de ainda hoje, quando alguém boceja, por exemplo, eu sentir sempre a sensação de que vou desmaiar de puro medo. Tão horrenda é a impressão fascinante que me deixou aquela boca de mágico e cantor, marcando assim a minha existência, que me tornou a senhora que o senhor tem agora à sua frente: uma mulher que passa a vida em revista e descobre, não sem certa melancolia, que a perdeu por delicadeza, por não querer incomodar ninguém, e por se empenhar em passar por este mundo com passo de bailarina, leve, extremamente leve; sem querer incomodar ninguém, porque a vida já é complicada o bastante para complicarmos ainda mais a vida dos outros; sem querer incomodar ninguém, e sem poder evitar que me incomodasse, pois logo me surgiu um pretendente que a toda hora dizia coisas como ‘sob o peso do amor, eu afundo’: um pretendente, enfim, mas muito chato, a quem eu correspondia com meu passo leve e um certo olhar de suave indiferença, até que, para não incomodá-lo mais, acabei aceitando-o como marido (pensei: se não for ele, será outro, tanto faz); sem querer incomodar ninguém, e por isso acatei a ordem fulminante de ter um filho, acatei porque não queria incomodar ninguém, muito menos meu marido, e o que aconteceu foi que esse filho, que descanse em paz o maldito, me incomodou muito; sem querer incomodar ninguém, e por termor de contar à humanidade inteira o horror daquela boca monstruosa do Barrymore, o criador de máscaras, boca enorme e profunda que afinal associei ao tédio profundo e enorme que domina nossa vida neste mundo de fraque e bocejo.”

de “Uma Invenção Muito Prática”, conto cartártico em que mulher resolve confrontar, em carta, a amante do marido — e seus medos —  no ótimo — sim, ótimo porque deve ser dificílimo escrever dez bons contos sobre um tema tão delicado — Suicídios Exemplares, do Vila-Matas.

Anúncios

Marcado:, , , , , , , ,

§ Uma Resposta para Suicídios Exemplares

  • Guilherme. disse:

    Então vale a pena comprá-lo! U-hu! Já tem ele aqui do lado no DIamond, pela coleção da ‘Foia’. Assim que a bagaça abrir eu vou lá e abocanho! Valeu pela dica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Suicídios Exemplares no Felicidade estoica.

Meta

%d blogueiros gostam disto: