Minha madrugada mulata

11/02/2011 § Deixe um comentário

“quero reaprender o amor na respiração das tuas mãos

quero-me sentado nas pálpebras quietas do teu olhar.

quero me goiabar em ti, caroço e casca, verme e moço, seiva e corpo

tu – minha noite redonda

minha madrugada mulata.”

poesia linda do querido Ondjaki no Dentro de mim faz Sul, que pode ser lido — em parte– aqui.

Anúncios

Marcado:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Minha madrugada mulata no Felicidade estoica.

Meta

%d blogueiros gostam disto: